Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal de Famalicão condena a 20 anos de prisão estudante que matou a tia

Lusa

  • 333

Famalicão, 19 nov (Lusa) -- O Tribunal de Famalicão aplicou hoje uma pena de 20 anos de prisão a um estudante de criminologia acusado de matar, por asfixia, uma tia de 73 anos, em Joane, naquele concelho.

O crime ocorreu na noite de 29 de março de 2012, no interior da residência da vítima, que vivia sozinha.

A vítima, que vivia sozinha, só foi encontrada duas semanas depois, com sinais de ter sido "violentamente" agredida.