Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal de Contas sem processos que evidenciem infrações financeiras com contratos "swap"

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 abr (Lusa) - O Ministério Público do Tribunal de Contas esclareceu hoje que não pendem nem deram entrada quaisquer processos de auditoria que evidenciem infrações financeiras relacionadas com os contratos especulativos "swap", entre empresas públicas e bancos.

O esclarecimento surge em comunicado assinado pelo procurador-geral adjunto do Ministério Público do Tribunal de Contas, António Cluny, publicado no portal da Procuradoria-Geral da República.

Na nota, António Cluny assinala que "não pendem nem deram entrada" nos serviços do Ministério Público do Tribunal "quaisquer processos de auditoria" em que, "nos respetivos relatórios, tenha sido evidenciada qualquer infração financeira relacionada com os referidos contratos".