Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal de Contas recusou vistos prévios no valor de 1,85 mil milhões de euros em 2012

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 jun (Lusa) - O Tribunal de Contas (TdC) recusou o visto prévio a atos e contratos públicos no valor de 1,85 mil milhões de euros em 2012, uma subida face à recusa de 318,6 milhões de euros em 2011.

De acordo com o Relatório de Atividades do tribunal, hoje divulgado, foi impedida "a realização da totalidade ou parte" dos 1,85 mil milhões por se encontrarem "em desconformidade com a lei aplicável".

Contudo, assinala o TdC, "excluído o valor muito elevado de um único contrato", os 1,66 mil milhões do "contrato de parceria público-privada do troço da rede de Alta Velocidade Poceirão-Caia", o montante das recusas "seria de apenas 4% do total da despesa controlada".