Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal de apelo de Washington anula condenação de ex-motorista de Bin Laden

Lusa

  • 333

Washington, 16 out (Lusa) -- Um tribunal federal de recurso de Washington anulou hoje a condenação do ex-motorista de Bin Laden, Salim Ahmed Hamdan, antigo prisioneiro de Guantánamo, ao considerar que um apoio material ao terrorismo não constitui um crime de guerra.

Salim Hamdan já foi libertado, após passar sete anos em Guantánamo. Mas a sua vitória em recurso poderá ter consequências para outros suspeitos, já que vários detidos da prisão norte-americana em Cuba estão também indiciados de "apoio material ao terrorismo".

Os três juízes do tribunal de apelo de Washington consideraram que a acusação não podia sustentar-se de forma retroativa numa lei norte-americana que considera o apoio material ao terrorismo como um crime de guerra.