Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunal Arbitral do Desporto vai analisar apelos de dirigentes excluídos da eleição do COI

Lusa

  • 333

Lausana, 18 dez (Lusa) -- Os apelos interpostos por dois dirigentes excluídos da eleição do Comité Olímpico Internacional vão ser analisados no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) a 21 de janeiro e, provavelmente, no início de fevereiro, indicou hoje o secretário-geral do TAS.

O comité olímpico internacional excluiu o japonês Koji Murofushi e Mu-yan Chu, de Taiwan, por não terem respeitado as regras da campanha eleitoral durante os últimos Jogos Olímpicos de Londres, quando estavam em posição de ser eleitos.

A decisão permitiu ao francês Tony Estanguet, triplo campeão olímpico de canoagem de slalom, figurar entre os quatro selecionados para entrar no COI, juntamente com a especialista eslovaca de tiro Danka Bartekova, a nadadora zimbabueana Kisrsty Coventry e o remador australiano James Tomkins.