Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tribunais condenam portadores do VIH/Sida ao despedimento - Marinho Pinto

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 mai (Lusa) -- O bastonário da Ordem dos Advogados acusou hoje "alguns tribunais" de condenarem portadores do VIH/Sida ao despedimento e disse que a justiça não é imune aos preconceitos.

Marinho Pinto falava aos jornalistas à margem das 3ªs Jornadas Nacionais Ético-Jurídicas da Infeção VIH/Sida, que decorrem em Lisboa e são dedicadas ao tema "prevenção, educação, tratamento e não discriminação em contexto de austeridade".

"Eu tenho vergonha de algumas decisões judiciais que foram proferidas em relação a pessoas portadoras desta doença. Tenho vergonha que, no meu país, alguns tribunais tenham condenado algumas pessoas a e serem despedidas só porque são portadoras desta doença", disse.