Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Três alegados membros de rede que passava moeda falsa ficam em prisão preventiva

Lusa

  • 333

Porto, 08 fev (Lusa) -- Três dos cinco alegados membros de uma rede especializada na passagem de moeda falsa, cuja detenção foi hoje anunciada pela Polícia Judiciária, vão aguardar o desenvolvimento do processo em prisão preventiva, disse fonte ligada à investigação do caso.

De acordo com a mesma fonte, um juiz de instrução decidiu que dois outros alegados membros do grupo vão ter de se apresentar periodicamente num posto policial.

A Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje o desmantelamento de uma rede de contrafação e passagem de moeda falsa, tendo detido cinco pessoas e apreendido 30 mil euros em notas falsas.