Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Treinador do Inter nega que exclusão de Sneijder se deva a diferendo

Lusa

  • 333

Milão, 01 dez (Lusa) -- O treinador de futebol do Inter Milão, Andrea Stramaccioni, negou hoje ter deixado o holandês Wesley Sneijder novamente de fora dos convocados, para a receção de hoje ao Palermo (1-0), por causa do diferendo contratual com o clube.

"O presidente não me disse para não o utilizar. A escolha é minha e é porque acho que outros jogadores estão em melhor forma. Podem ter a certeza de que não há aqui chantagem alguma", afirmou, referindo-se às notícias que indicam que o médio se recusou a renovar contrato até 2016 com um salário mais baixo.

Uma lesão na coxa e um diferendo com a direção dos "nerazzurri" têm mantido o holandês, que só disputou cinco jogos no campeonato, afastado dos relvados, situação que até já mereceu a denúncia do sindicato mundial de futebolistas profissionais (FIFPro).