Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trás-os-Montes exporta alheiras para Macau mas continua por abrir porta do "mercado da saudade"

Lusa

  • 333

Paris, 22 jun (Lusa) -- Produtos certificados transmontanos, como a alheira de Mirandela, estão a conquistar novos mercados, como Macau, num processo de internacionalização, em que o mais difícil de convencer a pagar o preço da qualidade está a ser o "mercado da saudade".

França tem das maiores comunidades de emigrantes portugueses no mundo, muitos oriundos de Trás-os-Montes, a região em Portugal com maior número de produtos de qualidade certificados cobiçados também pelos franceses, mas difíceis de negociar.

"França é um mercado complicado", observou à Lusa Sónia Carvalho, empresária das Alheiras Angelina, de Mirandela, que integrou a delegação de empreendedores portugueses que a Fundação EDP levou, na sexta-feira, a Paris, no âmbito da iniciativa "Exportar Trás-os-Montes".