Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Transportes: Impasse na Metro é partilhado por Governo e "jogos de interesses" entre Porto e Gaia - PCP

Lusa

  • 333

Porto, 30 jun (Lusa) -- A direção da Organização Regional do Porto do PCP responsabilizou hoje o Governo pelo adiamento na nomeação dos novos órgãos sociais da Metro do Porto, e acusou os autarcas do Porto e de Gaia de "jogos de interesses".

Em comunicado, o PCP disse que "a responsabilidade do Governo pelo impasse ontem [sexta-feira] verificado na assembleia-geral da Metro do Porto, é partilhada com os autarcas de Vila Nova de Gaia e do Porto, envoltos em jogos de interesses que em nada beneficiam a Metro do Porto e o serviço prestado às populações".

A assembleia-geral da Metro do Porto, agendada para sexta-feira com o objetivo de eleger os novos órgãos sociais, foi suspensa por 15 dias, devido à ausência do representante do Estado, mantendo-se Ricardo Fonseca na presidência do conselho de administração.