Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalho infantil mundial caiu um terço, mas ainda há 168 milhões a trabalhar - OIT

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 set (Lusa) -- O trabalho infantil mundial diminuiu um terço desde 2000, mas existem ainda atualmente 168 milhões de crianças em todo o mundo que trabalham, o que corresponde a 11 por cento da totalidade da população infantil.

É esta a principal conclusão do relatório hoje divulgado "Medir o progresso na Luta contra o Trabalho Infantil: Estimativas e tendências mundiais 2000-2012", da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que será apresentado na III Conferência Global sobre o Trabalho Infantil, a realizar em Brasília em outubro próximo.

Apesar de "as mais recentes estimativas mostrarem o real avanço verificado na luta contra o trabalho infantil, de modo particular, nos últimos quatro anos", o relatório indica que "o progresso é ainda demasiado lento e o seu ritmo deve ser acelerado", sob pena de não se conseguir atingir o objetivo de eliminar as piores formas de trabalho infantil até 2016, um objetivo acordado pela comunidade internacional, através da OIT.