Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalho: Geostar confirma despedimentos e culpa crise económica

Lusa

  • 333

Porto, 07 set (Lusa) -- A agência de viagens GeoStar confirmou hoje ter reduzido os trabalhadores, sem precisar o número de pessoas envolvidas, justificando a decisão com a crise económica e o impacto sobre os consumidores.

Fonte oficial da agência declarou que "o ajustamento realizado permite manter cerca de 400 postos de trabalho", enquanto a página da GeoStar na Internet refere que a empresa conta "com um total de mais de 400 colaboradores".

"O setor das agências de viagens tem sido fortemente afetado pela crise económica e a consequente redução do rendimento disponível das famílias derivada das medidas de austeridade. Neste contexto, as receitas do setor registaram uma redução assinalável", explicou a mesma fonte.