Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalho: Despedimentos coletivos duplicam para quase 4200 trabalhadores no primeiro semestre

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 jul (Lusa) -- No primeiro semestre deste ano, 478 empresas recorreram ao despedimento coletivo, eliminando 4.191 postos de trabalho, um aumento de 92,3 por cento face ao período homólogo, segundo dados da Direcção-Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT).

O número de trabalhadores despedidos entre janeiro e junho de 2011 quase duplicou face ao mesmo período do ano passado. No primeiro semestre de 2011 foram 261 as empresas que recorreram a este processo de despedimento e o número de postos de trabalho extintos fixou-se nos 2.179.

Os números divulgados na quarta-feira pela DGERT revelam também que o número de empresas que apresentou junto do Ministério da Economia e Emprego um pedido para realizar despedimentos coletivos (e já concluído) subiu 83,1 por cento entre janeiro e junho deste ano, passando das 261 (no primeiro semestre de 2011) para 478 até junho.