Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalho: CGTP propõe compensar corte de subsídios com imposto sobre transações financeiras

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 jul (Lusa) -- O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, propôs hoje o aumento dos impostos sobre as transações financeiras para compensar a suspensão dos cortes dos subsídios de Natal e férias de função pública e pensionistas.

"Defendemos que essa verba que deixa de ser recolhida pelo Estado possa ser recolhida por via de uma taxa sobre os lucros e os dividendos transacionados na bolsa", disse Arménio Carlos, à saída de uma audiência com o Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. "Assim há solução."

O Tribunal Constitucional (TC) decretou no início do mês a inconstitucionalidade do corte dos subsídios a partir de 2013. O Governo terá assim de descobrir uma forma de compensar esta medida, que representava um corte de cerca de 2.000 milhões de euros na despesa.