Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores reclamam ordenados em atraso à porta de empresa na Batalha

Lusa

  • 333

Batalha, 05 jul (Lusa) - Mais de 50 trabalhadores encontram-se à porta da empresa Asibel no concelho da Batalha para reclamar o pagamento dos salários de abril, maio e junho, disse à agência Lusa um dos funcionários.

"Queremos falar com a administração, que ainda não nos disse nada para saber quando vamos receber", explicou Manuel Costa Cardoso, motorista de pesados que está na empresa há 12 anos, e assume o papel de porta-voz na ausência de uma comissão de trabalhadores e de um delegado sindical.

"Em dezembro disseram-nos que nunca tinham faturado tanto, qualquer coisa como 26 milhões em 2012. Em abril pediram-nos para atrasar o pagamento do salário de março, para que se pudesse comprar material para as obras e agora nem temos material nem ordenados", lamentou o funcionário que diz temer a deslocalização da empresa.