Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores municipais de Braga acusam Governo de fazer "garrote" a autarquias

Lusa

  • 333

Braga, 30 mai (Lusa) - Trabalhadores do município de Braga acusaram hoje o Governo de estar a fazer um "garrote apertado" aos recursos das autarquias e manifestaram-se contra o primeiro feriado "roubado" e contra o aumento do horário de trabalho.

Em declarações à agência Lusa, o responsável pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL), Manuel Mendes, acusou o Governo de "querer mandar para a rua" milhares de trabalhadores com medidas "gravosas" e "insustentáveis" de "ataque" aos trabalhadores da administração pública.

Os cerca de 60 manifestantes, trabalhadores da Câmara Municipal de Braga, da AGERE (Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga, EM) e dos Transportes Urbanos de Braga, exigiram a demissão do atual Governo e anunciaram nova ação de luta para a segunda quinzena de junho.