Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores de empresa de mármores em Vila Viçosa reclamam salários em atraso

Lusa

  • 333

Vila Viçosa, 06 dez (Lusa) -- Trabalhadores da Marmoz -- Companhia Industrial de Mármores de Estremoz, com os contratos de trabalho suspensos desde novembro por salários em atraso, concentraram-se hoje à porta da empresa, em Vila Viçosa, para exigirem à administração o pagamento dos ordenados.

Nuno Gonçalves, do Sindicato dos Trabalhadores da Construção, Madeiras, Mármores e Cortiças do Sul (STCMMCS), explicou à agência Lusa que o protesto juntou um total de "12 funcionários", dos "24 que procederam à suspensão dos contratos, a 19 de novembro".

Na base da concentração esteve o descontentamento dos funcionários em relação ao facto de a empresa, "passados dois dias da suspensão de contratos", ter feito "pagamentos de salários em atraso a alguns trabalhadores", mas não a todos.