Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores das Águas do Luso manifestaram-se contra despedimentos e desinvestimento da empresa

Lusa

  • 333

Coimbra, 23 mar (Lusa) - Cerca de uma centena e meia de trabalhadores da Sociedade de Água do Luso (SAL) e habitantes locais promoveram hoje uma marcha lenta naquela localidade contra os despedimentos da empresa e os sucessivos desinvestimentos na região.

Segundo o delegado sindical Mário Silva, tratou-se de uma marcha silenciosa em sinal de "preocupação com o futuro da SAL", que nos últimos três anos dispensou quase sete dezenas de trabalhadores.

"A administração tem conduzido a SAL de forma desastrosa. O investimento efetuado na empresa não tem tido o retorno desejado, porque o saber, o rigor, a experiência e a qualidade dos seus trabalhadores tem sido desvalorizada", disse o sindicalista.