Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da Unicer prolongam greve até ao trabalho extraordinário até julho

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 jan (Lusa) - Os trabalhadores da Unicer decidiram hoje prolongar o pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário até 01 de julho em protesto contra a alteração do valor pago, exigindo o cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

O coordenador do Sindicato dos Trabalhadores de Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB), Fernando Rodrigues, afirmou à Lusa que os trabalhadores decidiram hoje em plenário prolongar o pré-aviso de greve ao trabalho suplementar, por unanimidade, na fábrica de Santarém e, por maioria, na unidade de produção, em Leça da Palmeira.

"Os trabalhadores da Unicer protestam contra a alteração do valor do pagamento do trabalho extraordinário, exigindo o cumprimento do ACT", explicou o dirigente sindical, adiantando que "os trabalhadores não aceitam que o Governo venha, por decreto, alterar diversas matérias que a empresa e sindicatos de boa-fé há muito acordaram".