Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da TAP esperam muita adesão na marcha contra privatização

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 dez (Lusa) -- A Comissão de Trabalhadores da TAP espera a adesão de muitos funcionários da companhia aérea na marcha de protesto, marcada para terça-feira, que pretende alertar a opinião pública e mostrar o descontentamento em relação à privatização.

"O objetivo é mostrar aos portugueses que os trabalhadores da TAP estão contra este processo de privatização e que mereciam ser informados condignamente de todo este processo", afirmou à Lusa Carmen Germano, membro da Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP, adiantando que é expectável uma forte adesão dos trabalhadores.

Em declarações à Lusa, a representante dos trabalhadores explicou que "a única forma de mostrar o descontentamento é sair para a rua e tentar que a opinião pública ajude a conservar a soberania nacional [da TAP]".