Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da Sonae Turismo querem aumentos de 4% ou avançam com "formas de luta"

Lusa

  • 333

Redação, 27 mai (Lusa) -- Os trabalhadores da Troiaverde, Troiaresort e Golftime, do grupo Sonae Turismo, reclamaram hoje uma resposta da empresa às reivindicações de aumentos salariais de 4%, ameaçando desencadear "formas de luta" caso a empresa não responda favoravelmente.

"As reivindicações que foram apresentadas à Sonae Turismo são perfeitamente comportáveis pela empresa", sustenta a Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT) em comunicado, recordando aguardar "desde o último mês de março" por uma resposta da Sonae Turismo.

A FESAHT sustenta que, "com as brutais medidas de austeridade do Governo PSD/CDS-PP, os trabalhadores têm os seus salários cada vez mais reduzidos, maiores dificuldades de vida e sofrem ataques permanentes e inaceitáveis aos seus mais elementares direitos".