Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da RTP/Porto exigem medidas para evitar novas agressões

Lusa

  • 333

Porto, 07 abr (Lusa) -- A Subcomissão de Trabalhadores da RTP/Porto repudiou hoje os acontecimentos de sábado, quando um profissional da estação pública foi agredido por um adepto do Boavista, e exigiu medidas para prevenir situações semelhantes.

Em comunicado, o órgão representativo dos trabalhadores classificou como "inaceitáveis e cobardes" as agressões cometidas sobre um dos elementos da RTP destacados para efetuar a cobertura da assembleia geral da Liga Profissional de Futebol Profissional.

Por isso, a Subcomissão de Trabalhadores da RTP/Porto exige "que se apurem com rigor os factos ocorridos e se tomem as medidas necessárias para prevenir futuros acontecimentos do género, garantindo a segurança dos profissionais da RTP e as condições para o livre exercício da sua missão de serviço público".