Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da RTP referem valor de 30 milhões para rescisões amigáveis

Lusa

  • 333

Lisboa, 21 fev (Lusa) -- A Comissão de Trabalhadores (CT) da RTP disse hoje que, dos 42 milhões anunciados pelo Governo para financiar o plano de reestruturação da empresa, 30 milhões são destinados a indemnizações para rescisões amigáveis.

"Do empréstimo de 42 milhões, 30 milhões [são] para indemnizações por mútuo acordo de despedimentos", disse hoje à Lusa Camilo Azevedo, porta-voz da CT da RTP, após mais uma reunião dos trabalhadores com a administração, salientando que aquele valor já era conhecido dos trabalhadores.

O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, já havia anunciado que o Governo pretende recorrer a uma operação de emissão de dívida na ordem dos 42 milhões de euros junto da banca para financiar um plano de "transformação da RTP", que, indicou, será apresentado ao Governo a 01 de março.