Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da hotelaria e restauração vão exigir negociações à porta dos patrões

Lusa

  • 333

Redação, 12 fev (Lusa) -- O Sindicato da Hotelaria e Turismo do Sul vai promover a partir de quarta-feira protestos à porta de estabelecimentos cujos proprietários façam parte das direções das respetivas associações patronais, que acusam de boicotar negociações sobre contratos coletivos.

Em declarações à Lusa, o dirigente sindical Rodolfo Caseiro afirmou que o objetivo de lançar ações de protesto às portas de hotéis e restaurantes propriedade de elementos das direções associativas é denunciar aquilo que considera ser o boicote às negociações sobre os contratos coletivos de trabalho.

Na quarta-feira de manhã vão começar pelo Hotel Ritz, seguindo-se o restaurante Solar dos Presuntos, distribuindo panfletos em português e inglês aos clientes e visitando vários estabelecimentos até à quarta-feira seguinte, dia 20, um dia antes de uma concentração em Lisboa da Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (FESAHT).