Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da EPUL atónitos com intenção da Câmara de Lisboa de extinguir a empresa

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 nov (Lusa) -- Os trabalhadores da Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL) estão "atónitos" com a intenção do presidente da Câmara de Lisboa de extinguir uma empresa que apresenta resultados positivos desde 2010, numa cidade com necessidades de reabilitação.

Os trabalhadores ficaram "atónitos com a decisão", disse hoje à Lusa Pedro Vicente, que falava em representação dos funcionários da EPUL.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, anunciou na quarta-feira a intenção de extinguir a EPUL, assegurando a integração da atividade da empresa na autarquia para "preservar património" e "direitos dos trabalhadores".