Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da elétrica açoriana "indignados" com aplicação dos resultados de 2012

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 08 jul (Lusa) -- A Comissão de Trabalhadores da EDA -- Eletricidade dos Açores manifestou hoje a sua "indignação" com a aplicação dos resultados de 2012 da empresa, considerando estar em causa um "assalto" às remunerações retidas no âmbito do Orçamento do Estado.

Num comunicado hoje divulgado, a Comissão de Trabalhadores (CT) da EDA lembra que a empresa, cujo capital está em 50,1% nas mãos do Governo Regional dos Açores, reteve os subsídios de férias e Natal dos colaboradores, ao abrigo do Orçamento do Estado de 2012.

Essa medida permitiu à empresa "uma redução de custos com pessoal, de 2011 para 2012, de 3.652.130,00 Euro", tendo o resultado do exercício de 2012 do Grupo EDA sido de 17,69 milhões de euros, afirma CT.