Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da CP contestam nos tribunais fim das viagens de comboio gratuitas

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 fev (Lusa) -- Os trabalhadores da CP -- Comboios de Portugal vão interpor providências cautelares para impedir a limitação ao direito de transporte ferroviário gratuito para funcionários, reformados e seus familiares, uma medida do Orçamento do Estado para 2013 (OE2013).

O Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante já apresentou a sua ação contra o Estado e contra a CP por violação da Constituição e por desrespeito de regulamento interno da empresa, respetivamente, disse hoje à agência Lusa o dirigente Luís Bravo.

A CP comunicou aos trabalhadores, no último dia de janeiro, a limitação das viagens gratuitas aos trabalhadores no exercício das respetivas funções ou na deslocação de casa para o local de trabalho, como estava previsto no OE2013.