Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Trabalhadores da CGD fizeram hoje "a maior greve de sempre" - Sindicato

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 nov (Lusa) - O presidente do sindicato dos trabalhadores da Caixa Geral de Depósitos considerou que a greve de hoje contra o corte de vencimentos e a privatização do banco público é "a maior de sempre no grupo".

Segundo o responsável, que se encontrava entre as cerca de 500 pessoas (segundo a organizacão) que se concentraram frente à sede da CGD, em Lisboa, a meio da manhã "eram mais de 200" os balcões da CGD fechados em todo o país, para além de outros 200 que funcionaram "à porta fechada", de um total de 800 em todo o país.

No entanto, adiantou, o fecho de balcões deverá ter aumentado à tarde: "A greve não se sente tanto em Lisboa, onde há muitos precários, contratados a prazo, mas no país profundo", afirmou João Lopes, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores e das Empresas do Grupo Caixa (STEGC).