Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tour: Rebelião de Contador torna Froome mais humano

Lusa

  • 333

Saint-Amand-Montrond, França, 12 jul (Lusa) -- Alberto Contador liderou hoje uma rebelião na 13.ª etapa da Volta a França em bicicleta que fez o camisola amarela Chris Froome (Sky) perder mais de um minuto e afastou definitivamente Alejandro Valverde da discussão da corrida.

O português Rui Costa (Movistar) foi um dos que mais pagou pelo desrespeito do "código de honra" de pelotão, porque teve de esperar pelo seu líder e perdeu 9.54 minutos para o primeiro grupo liderado por Mark Cavendish (Omega Pharma-Quick Step), em que seguiam o agora segundo e terceiro classificados, respetivamente o holandês Bauke Mollema (Belkin) e o espanhol Alberto Contador (Saxo-Tinkoff).

A 90 quilómetros da meta instalada em Saint-Amand-Montrond, Alejandro Valverde furou e, ao contrário do que ditam os códigos não escritos da modalidade, o pelotão, impulsionado pela Omega Pharma-Quick Step, que queria manter o "papa-etapas" Marcel Kittel (Argos-Shimano) à distância, e pela Belkin, que tinha Bauke Mollema no terceiro lugar, não esperou.