Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tour: O momento para Christopher Froome deixar de ser "vice"

Lusa

  • 333

Porto-Vecchio, França, 28 jun (Lusa) -- A festa da 100.ª edição da Volta a França em bicicleta estará incompleta, porque no pelotão faltará o último camisola amarela, o britânico Bradley Wiggins, que delegou o estatuto de principal favorito ao compatriota Christopher Froome.

A festa estava montada e Bradley Wiggins, o primeiro britânico a vencer o Tour, era o convidado de honra, mas uma lesão afastou o grande protagonista da última edição. Por inerência e pelo dorsal "1" que vai envergar no arranque, no sábado, em Porto-Vecchio, na Córsega, Christopher Froome, o segundo classificado de 2012, é o único favorito claro numa "Grande Boucle" extraordinariamente aberta.

No entanto, o ciclista que melhor palmarés tem esta temporada (Tour de Oman, Critério Internacional, Volta à Romandia e Dauphiné e segundo lugar no Tirreno-Adriático) recusa comparações com o seu compatriota.