Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tour: Froome triste por insinuações de doping após a maior vitória da carreira

Lusa

  • 333

Orange, França, 15 jul (Lusa) -- O britânico Chris Froome (Sky), que lidera a Volta a França em bicicleta, lamentou hoje as insinuações de recurso a substâncias ilícitas, um dia depois de ter conquistado o Mont Ventoux, na 15.ª etapa da prova.

"Honestamente, acho triste, no dia seguinte à maior vitória da minha carreira, sentar-me aqui e falar-se de doping. Eu e os meus colegas de equipa passámos várias semanas longe de casa, a treinar, a matar-nos a trabalhar... e acusam-me de ser um batoteiro e um mentiroso, isso não é nada agradável", afirmou Froome, que lidera a "Grande Boucle" com mais de quatro minutos de vantagem sobre o holandês Bauke Mollema (Belkin) e o espanhol Alberto Contador (Saxo-Tinkoff), segundo e terceiro, respetivamente.

Durante a conferência de imprensa, no segundo dia de descanso do Tour, Froome, que no domingo sentiu-se elogiado por ser comparado a Lance Armstrong, hoje preferiu distinguir-se do norte-americano, que foi desapossado dos sete títulos na corrida gaulesa por recurso a doping.