Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tóquio convocou o embaixador chinês após entrada de navios chineses nas águas das Senkaku/Diaoyu

Lusa

  • 333

Tóquio, 23 abr (Lusa) -- O governo japonês convocou hoje o embaixador chinês para protestar contra a entrada de oito navios do governo chinês nas águas territoriais das ilhas Senkaku/Diaoyu, administradas por Tóquio e reclamadas por Pequim, informou o ministério dos Negócios Estrangeiros japonês.

Os oito navios entraram nas águas do pequeno arquipélago pelas 08:00 locais (23:00 de segunda-feira em Lisboa), no que se supõe ser a entrada do maior número de barcos desde que se elevou a tensão nas disputadas ilhas, enquanto outros dois permaneceram na zona contígua, informou a estação japonesa NHK, citada pela Efe.

O ministro porta-voz do Japão, Yoshihide Suga, considerou "extremamente lamentável" a nova incursão, realizada depois da visita de algumas autoridades nipónicas ao polémico santuário de Yasukuni, que a China considera um símbolo da opressão japonesa durante a primeira metade do século XX.