Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tóquio apela a Pequim para desenvolver as suas atividades marítimas de forma pacífica

Lusa

  • 333

Tóquio, 08 nov (Lusa) -- Pequim deverá desenvolver as suas atividades marítimas de forma pacífica, afirmou hoje um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros japonês em resposta à intenção da China de se tornar numa potência marítima.

"Todos os países, incluindo a China, têm o direito e a responsabilidade de proteger os seus territórios e as suas águas, mas essas ações deverão ser desenvolvidas de forma pacífica e em linha com o direito internacional", disse o porta-voz nipónico, Naoko Saiki.

O Presidente chinês, Hu Jintao, apelou hoje à transformação da China numa potência marítima.