Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Todos os arguidos do caso BPN estão dispensados de comparecer no tribunal

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 dez (Lusa) - As 15 pessoas e o representante da empresa Labicer que estão a ser julgados no âmbito do processo principal do caso BPN estão dispensados pelo tribunal de comparecerem nas sessões do julgamento, quase todos por motivos familiares e profissionais.

O fundador do banco, José Oliveira e Costa, está há muito tempo dispensado de participar nas sessões devido ao seu débil estado de saúde, pelo que o juiz Luis Ribeiro, que preside o julgamento, dispensou-o por motivo de doença.

Atualmente, todos os outros arguidos estão igualmente dispensados, depois de os seus advogados terem feitos os respetivos pedidos de ausência das sessões ao tribunal alegando razões de ordem familiar e profissional.