Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

The Guardian denuncia sujeição de nepaleses no Qatar a regime de escravidão

Lusa

  • 333

Londres, 26 set (Lusa) -- O diário britânico The Guardian revelou hoje que pelo menos 44 operários nepaleses, trabalhando em condições próximas da escravatura, morreram este ano na construção civil no Qatar, país que vai organizar o mundial de futebol em 2022.

Em reação, a Federação Internacional de Futebol declarou-se "muito preocupada".

Com base em documentos obtidos junto da embaixada do Nepal em Doha, onde cerca de 30 nepaleses procuraram refúgio, o jornal pormenorizou que mais de metade das vítimas morreu por crise cardíaca, insuficiência cardíaca ou em acidentes de trabalho, entre 04 de junho e 08 de agosto deste ano.