Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"TGV morreu em novembro de 2011" e isso "é irreversível" - Governo

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 fev (Lusa) -- O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, afirmou hoje que "o TGV morreu em novembro de 2011", altura em que foi cancelado por decisão do Conselho de Ministros, e que "este cancelamento é irreversível".

Em conferência de imprensa hoje, em Lisboa, o governante esclareceu que "o objetivo do Governo é ligar os portos do sul -- Setúbal, Sines e Lisboa -- ao resto da Europa", o que vai ser feito através do projeto Linha de Transporte de Mercadorias (LTM).

"O TGV está cancelado, esse cancelamento é irreversível e o projeto de Portugal é o projeto LTM" (Linha de Transporte de Mercadorias), reiterou o governante.