Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Testemunhas de defesa do "caso Nacional" começam a ser ouvidas a 17 de junho

Lusa

  • 333

Funchal, 27 mai (Lusa) -- As primeiras testemunhas de defesa dos arguidos do "caso Nacional", que envolve crimes de fraude, fraude qualificada, fraude contra a Segurança Social e branqueamento de capitais, começam a ser ouvidas no dia 17 de junho.

Entre as testemunhas está o Representante da República para a Região Autónoma da Madeira, Ireneu Barreto, o juiz desembargador Paulo Barreto, o magistrado do Ministério Público Carlos Santos, que integrou a direção do Nacional, e o sociólogo Paquete de Oliveira.

No julgamento, que continuou hoje à tarde nas Varas de Competência Mista do Funchal, o coletivo de juízes, presidido por Micaela Sousa, determinou ainda a audição nesse dia do ex-treinador do clube José Peseiro, testemunha indicada pelo Ministério Público.