Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Teste concebido na Universidade de Coimbra permitirá reduzir ensaios da indústria cosmética com animais

Lusa

  • 333

Coimbra, 08 out (Lusa) -- Três investigadores da Universidade de Coimbra (UC) desenvolveram um teste que permite avaliar o potencial alergénico cutâneo e "reduzir significativamente" as experiências com animais na indústria de cosméticos, anunciou hoje a instituição.

Trata-se de "um teste inovador 'in vitro' baseado na utilização de células de pele imortalizadas", o qual, através da análise de diversos parâmetros, permite conhecer "o potencial alergénico cutâneo de químicos antes da sua introdução no mercado".

O projeto resulta de estudos realizados nos últimos seis anos pelos investigadores Teresa Cruz Rosete, Bruno Neves e Susana Rosa, do Centro de Neurociências e da Faculdade de Farmácia da UC, e esteve na origem da empresa Toxfinder, que está em incubação no Instituto Pedro Nunes (IPN).