Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Termas de Chaves investem 3, 5 ME para separar vertentes de cura e do bem-estar

Lusa

  • 333

Chaves, 27 set (Lusa) -- As Termas de Chaves vão fechar, em novembro, para obras de separação das vertentes de cura e do bem-estar, num investimento de 3, 5 milhões de euros, informou hoje à Lusa o responsável pelo balneário.

Paulo Alves avançou que as obras de ampliação e requalificação, no âmbito do projeto "Aquae" - Centro de Competências em Termalismo, Saúde e Bem-estar, deverão estar concluídas dentro de sete a oito meses e são financiadas a 85% por fundos comunitários.

Atualmente, explicou o também vereador da autarquia, o setor do bem-estar tem cada vez mais procura e importância, pelo que a aposta neste mercado é "fundamental" e o balneário não está "100% vocacionado".