Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

TEP, a mais antiga companhia de teatro de Portugal, comemora 60 anos

Lusa

  • 333

Porto, 17 jun (Lusa) -- O Teatro Experimental do Porto (TEP) comemora na terça-feira 60 anos do seu primeiro espetáculo, o que o torna na companhia portuguesa com maior longevidade, num momento em que se procura renovar com um novo diretor artístico.

A data, a comemorar com uma sessão solene, é a da subida ao palco do Teatro Sá da Bandeira de um espetáculo encenado por António Pedro, que incluía os textos "A gota de mel", "Nau Catrineta" e "Um pedido de casamento". "Está dado o primeiro passo, importa agora que outros lhe sucedam", escreveu, na altura, Luís Francisco Rebelo, no suplemento literário do Jornal de Notícias. E outros lhe sucederam.

"São 60 longos anos, que fazem de nós a mais antiga companhia profissional do país, obviamente com muitos altos e baixos ao longo da história", explica Júlio Gago, o presidente da direção e diretor da companhia, que salienta como "um momento grandioso os primeiros oito anos quando António Pedro dirigiu o Teatro Experimental do Porto e, a partir daqui, fez aquilo" que considera ser "a única revolução estética do teatro português, introduzindo a encenação moderna e o sentido da unidade do espetáculo".