Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Teólogas feministas criticam bispos por posição sobre leis do aborto e casamento homossexual

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) - A presidente da Associação Portuguesa de Teologias Feministas, Teresa Toldy, criticou hoje a posição dos bispos portugueses sobre as leis do aborto e do casamento homossexual, considerando que revelam uma perceção da realidade diferente da maioria dos portugueses.

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) disse quinta-feira que as alterações legislativas sobre a interrupção voluntária de gravidez ou o quadro legal que passou a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo em Portugal não são irreversíveis.

"É recordado que as alterações legislativas introduzidas no nosso sistema jurídico, reflexo da ideologia do género, não são irreversíveis", lê-se no documento final aprovado pela assembleia plenária da CEP, que decorreu em Fátima.