Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Teodora Cardosa defende que "já não há margem" para aumentar impostos

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 jun (Lusa) -- A presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), Teodora Cardoso, afirmou hoje, no parlamento, que "já não há margem" para aumentar a carga fiscal, defendendo que é preciso olhar para a despesa "mas em termos de ganhos de eficiência".

Em respostas às questões dos deputados, Teodora Cardoso, que está hoje a ser ouvida na comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública, disse que "não há margem para discutir" se a reforma do Estado é precisa ou não, acrescentando que "há muitas margens para discutir como fazer isso".

"A situação da Segurança Social é muito agravada pela situação conjuntural e deve ser permitido que os estabilizadores automáticos atuem. No caso de uma economia em crise, se até esses forem cortados, as coisas obviamente agravam-se. Mas temos um problema de médio prazo e temos perceber como é que avançamos aqui", afirmou.