Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Taxa de juro no crédito à habitação volta a bater mínimos em janeiro

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 fev (Lusa) - A prestação da casa continuou a descer em janeiro batendo um novo mínimo, fixando-se em média, nos 263 euros, refletindo a queda da taxa de juro implícita no crédito à habitação para 1,537%, divulgou o INE.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de juro implícita no crédito à habitação, que representa a relação entre os juros totais vencidos no mês de referência e o capital em dívida no início desse mês, recuou 0,078 pontos percentuais comparativamente a dezembro, uma queda apesar de tudo "menos intensa que a observada em dezembro" (redução de 0,086 pontos percentuais para uma taxa de 1,685%).

A prestação média para a globalidade dos contratos de crédito à habitação diminuiu dois euros, para 263 euros, mas situou-se ainda dois euros acima do valor mínimo da série registado em março de 2010, explica o INE.