Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tarifa social de eletricidade só chega a 10% dos potenciais beneficiários

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 mai (Lusa) - Pouco mais de 70.000 famílias beneficiam da tarifa social de eletricidade, um desconto para consumidores economicamente vulneráveis, que representa cerca de 10% do universo potencial de destinatários estimado pelo regulador do mercado.

A tarifa social, que se destina a clientes de eletricidade em situação de carência socioeconómica, tem que ser requerida ao comercializador de eletricidade (EDP Universal), que comprova a situação junto da Segurança Social.

Além de um desconto na fatura de eletricidade, a tarifa social protege os consumidores dos aumentos do preço da eletricidade, que, neste caso, são inferiores e fixados anualmente pelo Governo, em vez de três em três meses como são as tarifas transitórias.