Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tagus oferece 2,10 euros aos acionistas minoritários para retirar Brisa de bolsa

Lusa

  • 333

Redação, 14 mar (Lusa) -- A Tagus, 'holding' detida pelo grupo Mello e pelo fundo de investimento Arcus, propõe-se pagar 2,10 euros por ação aos acionistas minoritários da Brisa para tirar a empresa de bolsa, segundo um comunicado da empresa.

A contrapartida oferecida fica 24% abaixo dos 2,76 euros pagos no decorrer da Oferta Pública de Aquisição (OPA) que, em 2012, permitiu à Tagus controlar a Brisa, e destina-se - conforme determinou a CMVM como condição para permitir a retirada da empresa de bolsa - a compensar os acionistas minoritários que não venderam na OPA.

Segundo o comunicado da Tagus enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), "esta contrapartida encontra-se justificada, nos termos do n.º 2 do artigo 490.º do Código das Sociedades Comerciais, por relatório subscrito pelo Senhor Dr. José Maria Ribeiro da Cunha, em representação da Amável Calhau, Ribeiro da Cunha e Associados, Sociedade de Revisores Oficiais de Contas, que é independente em relação à Brisa, à Tagus e aos seus acionistas".