Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sustentabilidade: Empresas devem seguir desenvolvimento inteligente e "arrastar" sociedade civil

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 jun (Lusa) - O desenvolvimento sustentável e inteligente é o caminho a seguir e deve contar com as empresas, ao integrarem as questões ambientais como fator de competitividade, mas também ao "arrastarem" a sociedade civil, defendeu o secretário de Estado do Ambiente.

"Para muitas empresas que são líderes mundiais, [o investimento em ambiente é visto] não como um custo, mas como uma oportunidade", disse Pedro Afonso de Paulo, falando à agência Lusa à margem da de uma sessão sobre as propostas do Fórum Mundial Lisboa 21 sobre sustentabilidade, em Lisboa.

O Fórum avançou um conjunto de propostas, que vai apresentar na conferência Rio+20 das Nações Unidas, a realizar no Rio de Janeiro a partir de 20 de junho, entre as quais a criação de uma Agência Mundial da Água e de um Centro Ibérico para o Desenvolvimento Sustentável e o estabelecimento da cultura como o quarto pilar da sustentabilidade.