Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Suspensão de subsídios aos trabalhadores do Banco de Portugal é ilegal - Sindicato

Lusa

  • 333

Lisboa, 09 jan (Lusa) - O Sindicato dos Trabalhadores da Atividade Financeira (SINTAF) defendeu hoje que a decisão de suspender o subsídio de férias aos funcionários do Banco de Portugal é "política, ilegal e inconstitucional", exigindo o pagamento desta prestação.

O Banco de Portugal (BdP) anunciou, na passada sexta-feira, que vai suspender este ano o subsídio de férias dos seus trabalhadores, decisão que o SINTAF contesta, afirmando que "o Banco de Portugal não paga com o único objetivo de empobrecer os seis trabalhadores".

O Sindicato argumenta que se trata de uma decisão política, porque retira "uma das conquistas mais emblemáticas de abril", ilegal, porque viola o Código do Trabalho e a independência do BdP, e inconstitucional, porque faz "tábua rasa" da sentença do Tribunal Constitucional.