Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Suspeito de ataque a soldado francês confessou o crime - Procurador

Lusa

  • 333

Paris, 29 mai (Lusa) -- O suspeito de esfaquear um soldado francês, detido hoje nos arredores da capital francesa, "admitiu os factos" e disse ter agido em nome da sua "ideologia religiosa", anunciou o procurador de Paris, Xavier Molins.

O homem, que completa quinta-feira 22 anos, e cujo primeiro nome é Alexandre, "admitiu os factos" e mostrou uma "vontade de matar bastante evidente", segundo o procurador.

Alexandre constava dos registos policiais por ter sido identificado em 2007 por estar a rezar na rua, segundo a agência France Presse.