Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Supremo Tribunal de Justiça reduz pena do presidente da Académica

Lusa

  • 333

Coimbra, 18 abr (Lusa) - O Supremo Tribunal de Justiça reduziu hoje a pena do presidente da Académica para 15 meses de prisão, com pena suspensa, condicionada à entrega de 100 mil euros de donativos a dividir por duas instituições de solidariedade social.

A decisão judicial foi confirmada na tarde de hoje à agência Lusa pelo advogado Rodrigo Santiago, autor do recurso para o Supremo Tribunal de Justiça e defensor de José Eduardo Simões desde o início do processo.

Em maio de 2012, o presidente da Académica tinha visto o Tribunal da Relação de Coimbra agravar a pena da primeira instância para seis anos e meio de prisão efetiva por um crime continuado de corrupção passiva para ato ilícito e outro de abuso de poder, na sequência de um recurso apresentado pelo Ministério Público.