Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Supremo de Itália anula absolvição de Amanda Knox e ordena novo julgamento

Lusa

  • 333

Roma, 26 mar (Lusa) -- O Supremo Tribunal de Itália anulou hoje a absolvição da norte-americana Amanda Knox e do italiano Raffaele Sollecito do assassínio, em 2007, da britânica Meredith Kercher e ordenou um novo julgamento.

Knox e Sollecito foram condenados em 2009 em primeira instância a 26 e 25 anos de prisão, respetivamente, mas em 2011 um tribunal de recurso anulou a condenação.

O Ministério Público e a família da vítima, estudante do programa universitário "Erasmus", recorreram para o Supremo, que hoje anunciou a decisão.